Gestão

MODELO DE

GESTÃO

A Agroflorestal Paequerê desenvolve um Modelo de Gestão Integrada buscando a sustentabilidade econômica, ambiental e social. Este modelo busca uma estrutura alicerçada nas seguintes ações:

Melhoria contínua

Análise crítica

Verificação e ação corretiva

Implementação e operação

Planejamento

Política Ambiental

Sistema de Gestão Ambiental

Proposta de Manejo Florestal Sustentável






RESPONSABILIDADE

SOCIAL

Programa escola

Programa de incentivo ao cultivo de hortas e ervas nativas

Plantio de árvores nativas com monitoramento e o plantio de árvores de         espécies exóticas para estudo e visitação com comunicação visual

Palestras sobre cidadania, higiene e saúde

Serviços de saúde e segurança do trabalho para seus colaboradores e         exigência destes mesmos requisitos para os terceiros

Assistência médica

Capacitação profissional contínua dos colaboradores

Apoio à educação dos filhos dos colaboradores

Programa de melhoria contínua da infraestrutura de vilas florestais, tanto         próprios como terceiros






RESPONSABILIDADE

AMBIENTAL

Redução de impactos, riscos e perdas no processo

Construção do posto de abastecimento elevado

Colocação de filtros separadores de água e óleo na área de lavação dos         veículos e máquinas

Palestras de conscientização ambiental para funcionários e familiares

Construção de um sistema de tratamento de esgoto doméstico

Implementação de um sistema de tratamento dos resíduos sólidos,         aplicando a reciclagem dos materiais

Construção de um ambiente para compostagem de matéria orgânica         proveniente dos resíduos alimentares

Conscientização ambiental dos colaboradores e dos terceiros

Gerenciamento de resíduos e efluentes líquidos, com destinação adequada         das embalagens de produtos considerados tóxicos e de óleos lubrificantes

Minimização de impactos ambientais decorrentes das atividades de manejo         florestal






PLANO DE

MANEJO DOCUMENTADO

Traduz-se em um conjunto de ações a serem adotadas com objetivos definidos e compatíveis com a escala do empreendimento contendo:

Condições do manejo em função das peculiaridades e locais;

Esquema de manejo da silvicultura a ser implementado;

Justificativa da viabilidade econômica do manejo;

Sistema de malha viária;

Idade de colheita prevista;

Estimativa de crescimento e de silvicultura por tipo de produção a ser         colhido;

Mapas ou croquis da unidade de manejo florestal com indicação da         ocupação e uso da terra;

Levantamentos topográficos, classe ou tipo de solo e tipologias de         vegetação, bem como os recursos hídricos disponíveis;

Existência de um programa plurianual de plantio ou reforma, colheita e         manutenção;

Planos de contingência nos casos de incêndios, sinistros e eventos         aleatórios;

Inventário florestal contínuo e indicação de fontes alternativas ao plano de         manejo, para obtenção de matéria prima florestal.